fbpx

Ter carro próprio é coisa do passado pra nova geração?

Há algum tempo tirar CNH e comprar o próprio carro era o sonho de consumo da maioria dos jovens. Hoje em dia isso mudou, muitos jovens estão optando por aplicativos de motoristas particulares ou transporte público, dando prioridade a outras coisas. Segundo dados levantados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), de 2014 a 2017 a emissão da CNH para jovens de 18 a 21 anos caiu 20,61%. Foram 939 mil documentos em 2017, ante 1,2 milhão em 2014.

O custo envolvido no processo de tirar uma habilitação no Brasil é um dos fatores que afastam os jovens dos carros. O valor varia de acordo com o Estado, mas pode chegar a R$ 2 mil reais. Ter um carro também é caro: modelos populares saídos das concessionárias estão na faixa dos R$ 40 mil, além dos custos de manutenção, combustível e estacionamentos. Mas dinheiro está longe de ser o fator determinante. Como falamos no começo do texto, o desinteresse se dá a quantidade de opções disponíveis de aplicativos de motoristas particulares. As bicicletas e patinetes também têm influenciado nessa escolha. Com tanta opção de mobilidade, a necessidade de ter um carro passa a ser questionada.

Agora resta a indústria automobilística entender o desejo de consumo dos jovens e montar estratégias para reconquistar esse público.

Postado 12 de Setembro de 2019
Por Redação

Posts Relacionados

Como ter um bom planejamento financeiro pessoal

Finanças|

Aprender a se planejar e ter uma boa educação financeira é fundamental para não fazer parte da estatística de brasileiros endividados. Para isso, a Especialista em Planejamento de Vida e Finanças Pessoais Fernanda Prado recomenda algumas ações que o ajudarão em seu planejamento.

2019-09-12T15:13:20-03:00