fbpx

Os donos das Paradas

Seja “Namorando Todo Mundo” Ou “Perturbando Em Um Domingo De Manhã”, a dupla botou todo o Brasil pra cantar e dançar os seus sucessos

Quando você acha que Marcos e Belutti chegaram ao máximo da emoção, eles vêm e o surpreendem com uma música linda e cheia de significado. Estamos falando de “Romântico Anônimo”, que ganhou um videoclipe todo especial em 2016. Nele, os cantores fazem uma surpresa para as respectivas esposas enquanto a gente fica chorando cortando cebolas.

Marcos é casado há 21 anos com Lucilene Marchioto e é pai de três filhos, enquanto Belutti está junto de Thaís Pacholek há 7 anos e é pai do Miguel, de 2 anos. A música faz parte do álbum intitulado “Acústico – Tão Feliz”, que trás um repertório variado, além dos sucessos “Aquele 1%” e a versão em espanhol do hit “Domingo de Manhã”.

Eles foram a terceira capa da Wood’s Magazine, lá em 2011, em uma matéria com o título “A Cara do Novo Sertanejo”. Hoje, quase nove anos depois, pode-se dizer que eles são um dos nomes mais expressivos da música brasileira na atualidade. Duvida? Pois então saiba que em  2014 a música mais tocada nas rádios brasileiras foi deles, “Domingo de Manhã”, e em 2015 eles se mantiveram no top 10 com “Aquele 1%”. Lançada na metade de 2015, com participação de Wesley Safadão, a música continua tocando nas rádios brasileiras, e o clipe oficial já ultrapassou a incrível marca de 248 milhões de acessos no YouTube.

História

Leonardo Prado de Souza (Marcos) nasceu em Santo André, interior de São Paulo, no dia 29 de agosto de 1983, enquanto Bruno Belucci Pereira (Belutti) nasceu na capital paulista, em 7 novembro de 1981. Ambos começaram a carreira cedo, cantando em bailes, bares e shows de música sertaneja pelo Brasil. Marcos começou a se destacar principalmente como compositor escrevendo para duplas como Zezé Di Camargo & Luciano e Edson & Hudson.

Mas foi só no fim de 2007 que os dois formaram a dupla, e com o apoio de Bruno (da dupla Bruno & Marrone) e de Edson (da dupla Edson & Hudson) eles gravaram o primeiro álbum, em 2008. O disco trouxe o sucesso “Vem me amar”, e já mostrava que a dupla não estava para brincadeira. Nos anos seguintes eles se mantiveram, lançando sucessos que alcançavam rapidamente o topo das paradas, mas foi em 2014, com o lançamento do quinto CD, que eles estouraram para valer com o hit “Domingo de Manhã”, que se tornou a música mais executada nas rádios daquele ano.

Recentemente completaram uma década na estrada, e continuam se renovando, brindando o público com canções que vão desde as mais descontraídas, sucesso nas baladas, até as mais românticas. Para a Wood’s Magazine, a dupla revelou como foi a surpresa para as esposas no clipe de “Romântico Anônimo”, como foi gravar com Wesley Safadão e o que mudou na vida deles desde a primeira entrevista para a WM.

Parabéns pelo clipe de “Romântico Anônimo”, muito bonito e de bom gosto. Contem para a gente como surgiu a ideia e o que vocês fizeram para as esposas de vocês não desconfiarem de nada…

Belutti: Obrigado, a gente também gostou muito do clipe. A ideia foi do Fernando Hiro, que, além de fotógrafo de algumas capas dos nossos CDs, é amigo pessoal meu e do Marcos. O plano foi chamar nossas esposas, com o pretexto de fazer uma surpresa para nós, quando na verdade a surpresa seria para elas. Nós tínhamos apenas uma chance, nada podia dar errado, e, graças a Deus, deu tudo certo. Foi um dia muito emocionante! E o resultado vocês podem ver no clipe, é o nosso amor de verdade que está ali.

Vocês são românticos assim no dia a dia? O que costumam fazer para agradar às amadas?

Marcos: Nós somos românticos. Costumamos agradar nossas esposas sempre que voltamos de viagem, trazendo alguma lembrança, alguma flor, algum recado ou até uma mensagem. Saímos para jantar, vamos ao teatro e ao cinema. Quando elas estão presentes nos nossos shows, sempre entregamos uma rosa para cada uma, coisas assim. Somos românticos anônimos e assumidos ao mesmo tempo (risos).

Vocês foram a terceira capa da Wood’s Magazine, em junho de 2011. Quais foram as mudanças mais significativas que aconteceram de lá para cá?

Marcos: As mudanças mais significativas na nossa carreira de 2011 para cá têm nome: “Domingo de Manhã” e “Aquele 1%”. Duas músicas que mudaram a nossa vida e nossa carreira. Por mais que lancemos alguma música que vá muito bem, é diferente de lançar um hit, e essas duas canções são hits que, daqui a 10, 20 anos, as pessoas ainda vão lembrar que são nossas. Quem conhece a nossa carreira desde essa época, vai lembrar que nossa imagem mudou, que nós crescemos e amadurecemos profissionalmente, e até mesmo o sucesso dessas músicas fez com que a nossa vida mudasse.

A música “Aquele 1%” foi um sucesso nas rádios brasileiras. Contem para a gente como foi gravar com o Wesley Safadão e como surgiu a ideia dessa parceria.

Marcos: Quando convidamos o Wesley Safadão para fazer parte do nosso DVD, ainda nem sabíamos qual música cantaríamos juntos, mas ele aceitou de cara. Essa música nos foi enviada por dois compositores, que são nossos parceiros: Vinícius Poeta e Benício Neto. Nós a escutamos no escritório, junto com o Fernando Zor, e gostamos demais, então fizemos a produção. Enviamos para o Wesley e ele adorou também. Quando a gravamos para o nosso DVD, não esperávamos que fosse fazer tanto sucesso. Foram feitos vários memes da letra. No carnaval de 2015, ela teve muita força e, graças a Deus, foi o hit daquele ano.

Nesta uma década de carreira, qual o momento mais marcante de que vocês se recordam?

Marcos: Acho que o Belutti e eu temos a mesma opinião quanto aos momentos marcantes da nossa carreira. O primeiro foi em 2011, na gravação do nosso DVD “Sem me Controlar”, quando colocamos 15 mil pagantes na Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo/SP. Numa época que estávamos crescendo no mercado e recebemos um prestígio muito grande do público e do meio sertanejo. Tivemos também o fenômeno da música “Domingo de Manhã”, que foi o divisor de águas na nossa carreira. Foi a canção mais tocada de 2014 e nos proporcionou realizar alguns sonhos, como, por exemplo, nos apresentar em grandes festas, ver o Brasil cantando nossa música de várias formas e diferentes gêneros e cantar no palco do programa Domingão do Faustão, da Rede Globo, em que ficamos entre os Melhores do Ano. No começo de 2016, recebemos o DVD de Ouro pelo projeto “Acústico – Tão Feliz”, que foi outro grande sonho. São esses os momentos que mais nos marcaram até hoje na nossa carreira, e esperamos passar por muita coisa juntos ainda.

E o momento mais engraçado?

Belutti: Um dos momentos engraçados foi ver o Marcos vestido de Joelma, no palco do programa da Xuxa, dançando as músicas da Banda Calypso.

Marcos: Poxa, assim não vale (risos). Um momento engraçado do Belutti foi ele ganhando um concurso no Vídeo Show, da rede Globo, vestido de Adisabeba, personagem da atriz Susana Vieira, na novela “A Regra do Jogo”.

Tem algum sonho que vocês ainda não realizaram? Qual?

Belutti: Participar do especial de fim de ano do rei Roberto Carlos.

PING-PONG

Nome completo:

Marcos: Leonardo Prado de Souza
Belutti: Bruno Belucci Pereira

Idade:

Marcos: 32 anos
Belutti: 34 anos

Aniversário:

Marcos: 29/08
Belutti: 07/11

Signo:

Marcos: Virgem
Belutti: Escorpião

Comida favorita:

Marcos: Tenho várias, eu amo comer, mas como tenho que escolher uma, então é feijoada
Belutti: Pizza

Artista favorito:

Marcos: Michael Jackson
Belutti: Luis Miguel

Um filme:

Marcos: Tenho uma lista enorme, mas o que me veio à cabeça agora foi The Wonders
Belutti: De Volta Para o Futuro 2

Um programa de televisão:

Marcos: Cake Boss.
Belutti: É um seriado, na verdade. The Walking Dead

Uma música:

Marcos: Romântico Anônimo
Belutti: “Minha Vida”, de Lulu Santos

Um defeito do parceiro:

Marcos: Ele é muito explosivo, tenho medo dele às vezes (risos)
Belutti: Ficar toda hora cutucando o nariz (risos)

Uma qualidade do parceiro:

Marcos: o Belutti é um cara extremamente bem-humorado, não tem como não rir perto dele, ele toma conta do ambiente e torna tudo muito agradável.
Belutti: Ser um cara totalmente do bem. 

Uma curiosidade sua que quase ninguém sabe:

Marcos: Eu sempre quis ter três filhos, e hoje, graças a Deus, sou abençoado por ter os meus.
Belutti: Às vezes, durmo invertido, com a cabeça nos pés da cama.

Postado 16 de Novembro de 2018
Por Redação

Posts Relacionados

A nova estrela do Pop

Entrevista|

Os versos cheios de atitude refletem a personalidade guerreira da cantora, que é um dos maiores expoentes pop da atualidade. Com letras que falam sobre empoderamento e autoafirmação, Isabela Lima, mais conhecida como Iza, conquistou o Brasil.

2018-12-20T17:25:43-03:00