fbpx

Uma noite no Saara

A BELEZA DO DESERTO E SEU POVO

Uma viagem para essa terra de maioria muçulmana é uma experiência cultural fascinante. Com suas belas cidades e seus oásis, o Marrocos é um dos países mais antigos da África. Lá se encontra um pouco de tudo, desde esqui nas montanhas a antigas cidades, praias e deserto.

Fomos para o Marrocos em seis pessoas: quatro brasileiras e dois mexicanos. Fechamos cinco dias de viagem por € 150 e nesse preço estavam incluídos todos os passeios, cafés da manhã, jantares e hotéis. Só tivemos que pagar pelos almoços e gastos pessoais.

 O responsável por nos guiar em todos os passeios foi o Omar. Assim que chegamos ao país, ele já estava nos esperando no aeroporto com toda a sua alegria. A excursão é muito divertida e organizada, você conhece muitas cidades. Como se passa muito tempo na estrada, a aventura se torna um pouco cansativa, mas nada que arrefeça a vontade de viajar. A moeda marroquina é o Dirham, 1€ = 11,17 dirhams.

Pra lá de Marrakech: tradições antigas e a arte de negociar

Nas diversas cidades em que passávamos, éramos atraídos constantemente pela diferença e autenticidade de suas tradições. Fazer compras em Marrakech vai muito além de apenas escolher um produto e pagar por ele. Há todo um processo de negociação: nada tem preço fixo e é possível comprar algo por um valor três vezes menor do que o oferecido, basta saber pechinchar e ter em mente o quanto se está disposto a pagar. Para os que vão em busca de “Inshalá”, muito ouro, desistam: é muito mais fácil encontrar prata e pashminas, lenços finos muito usados por lá.

Ouarzazate, a Hollywood Marroquina

Chamada de “porta do deserto”, a cidade, que fica ao sul do Marrocos, tem como um de seus atrativos turísticos os casbás, pequenas cidadelas construídas de taipa e cercadas por muros.

Por ser um dos locais mais procurados do mundo para ser cenário de filmes, Ouarzazate é conhecida também como a “Hollywood marroquina”. Lá foram rodados “Guerra nas Estrelas”, “O Gladiador”, “A Joia do Nilo”, entre muitos outros.

Finalmente, o deserto

O Deserto do Saara localiza-se ao norte do continente africano, e suas imensas extensões ultrapassam as fronteiras de muitos países, como Argélia, Egito, Marrocos, Tunísia, entre outros.

É o lar de muitos berberes, povos nômades que são os grandes responsáveis pela experiência única de dormir nesse lugar paradisíaco. Se eu fosse escolher uma noite que marcou minha vida, com certeza seria essa que passei no deserto, com seus visuais impressionantes.

Para chegar ao acampamento em meio às dunas fomos de camelo. O passeio aconteceu ao entardecer, e já era possível sentir o vento gelado batendo no rosto. A noite ia dando espaço para o brilho das estrelas, que nos distraia, atraindo nossos olhares até se perderem naquele céu, durante o trajeto que dura em torno de uma hora.

Chegando lá, fomos acomodados em nossas barracas, jantamos e ficamos em volta da fogueira escutando músicas, piadas e as histórias dos berberes. A madrugada se aproximava, e com ela o frio se fazia cada vez mais presente e intenso. Para tentar amenizar, dormimos as quatro meninas em uma única cama, com vários cobertores em cima. Confesso, não foi nada confortável, mas garantiu boas risadas e histórias para contar.

Antes do amanhecer, acordamos para subir numa grande duna e ver o sol nascer, um espetáculo da natureza que, ao mesmo tempo em que vai deixando as dunas mais douradas, o faz agradecer por ter a oportunidade de contemplar momentos como aquele.

É quando se percebe a magia do instante ao virar a cabeça e ver a expressão de cada um dos turistas, todos com o mesmo olhar contemplativo. É, sobretudo, uma experiência inesquecível para quem aprecia o silêncio e momentos simples, que acabam se tornando grandiosos.

12 de Agosto de 2019
Por Redação

Posts Relacionados

Japão e os encantos do Oriente

Destino Certo|

Fernanda Yanaze Maia é jornalista e gosta de ler, ir ao cinema, brincar com as filhas e, claro, viajar. Ela conta com exclusividade para a Woods como foi conhecer Tóquio, no Japão, terra dos seus ascendentes, lugar de noites agitadas, grandes centros de entretenimento, ótimas opções de gastronomia e belíssimos jardins e templos.

San Andrés – O Paraíso Colombiano

Destino Certo|

Nathalia Tosto é editora e fundadora do blog Coisas que Amamos. Essa carioca completamente apaixonada por viagens já esteve em mais de 35 países. Nathalia conta para a Woods Magazine sua experiência na ilha colombiana de San Andrés.

Voluntariado na África

Destino Certo|

Lucia Caldas é apaixonada por viagens, fotografias, culturas e povos. Ela conta sobre sua viagem para a África e como o voluntariado impactou sua maneira de ser e de ver no mundo.

2019-08-09T13:38:33-03:00